Crítica de FilmesDestaques

DEADPOOL 2: UMA SEQUÊNCIA DE RESPEITO!

Não se preocupe, a crítica a seguir é completamente livre de spoilers!

UMA SEQUÊNCIA DE RESPEITO! É impossível começar a falar do segundo filme da franquia Deadpool sem repetir o título dessa crítica. Repleto de humor negro e ação, marcas já registradas do antiherói favorito das telonas, Deadpool 2 vem mesclar críticas, controversas, preconceitos e militâncias, além de trazer muitos momentos ‘gente como a gente’. Afinal, quem nunca apontou o erro do outro e logo em seguida se deparou fazendo do mesmo?

Com referências a outros filmes, tanto do universo da Marvel como da DC, Deadpool (Ryan Reynolds) abusa e usa do sarcasmo, quebra limites e tira sarro de si mesmo. Temos um filme com bastante humor, piadas ácidas e críticas ao orçamento  de sua franquia também, por não terem verba para escalarem um X-Men verdadeiro para as filmagens, e até mesmo a suas escalações em outros filmes, como em ‘X-Men Origens: Wolverine‘, e, mais uma vez, as clássicas piadinhas ao seu papel em Lanterna Verde.

Uma nova proposta? De inicio é preciso atenção para conseguirmos entender e mergulhar com tudo novo que nos é apresentado.  Família é um tema abrangente nesse roteiro, porém nossa história não passa apenas por aí.. ela vai bem além. Encontramos novos personagens, bem carismáticos, que compõem a proposta principal do filme, além de personagens já conhecidos por sua legião de seguidores. Com um enredo bastante interessante, temos a inserção de Cable (Josh Brolin), um viajante do tempo com missão de eliminar um personagem que ameça o futuro, e também da X-Force, que no filme se trata de uma equipe tática de super indivíduos.

A briga é pesada entre atuação, caracterização, ações e fotografia. Temos muito de todos esses aspectos, que te fazem vibrar e prender mais ainda a atenção. Um salve a David Leitch, o diretor, é super merecido! Ele consegue criar um ultra-realismo em suas cenas de ação, com todo um impacto visual e intensidade.

Uma excelente trilha sonora,  efeitos gráficos que nada deixam a desejar e as melhores cenas pós-créditos que já assisti, Deadpool 2 soube manter uma sequência de qualidade, sem ser repetitivo, cansativo ou traumático para seus fãs.

Sendo assim, Deadpool 2 é para aqueles que gostam de filmes de herói&anti-herói, para os que não se importam ou se ofendem com o peso de uma boa dose de humor negro, palavrões e violência; DeadPool 2 é uma ótima pedida, seja pelos seus personagens, por sua história ou somente pelo próprio DeadPool.

A dica é certeira! Você não irá se arrepender de dar um bela moral a esse carinha. 😉

Michelle Felippelli
27 anos, fotógrafa e publicitária formada e uma completa bookaholic. Sou exatamente ao pé da letra o significado de Agridoce: amarga e doce. ;) Junto com a Priscila sou fundadora do Portal Garota Agridoce, além de ser administradora, colunista e social media por aqui.