mar 30, 2017

Too Late

Fazem alguns minutos que terminei de ler Too late e eu estou absolutamente em choque. Não sei o que pensar nem o que sentir sobre esse livro. É muito complexo! Acho que já li praticamente tudo que a Colleen Hoover publicou até hoje e sempre gostei das histórias, do estilo de escrita dela, dos personagens, do background.. mas aí aconteceu esse livro. Eu não sei o que sentir e muito menos como avaliar o livro no goodreads.

Eu mudei depois daquela noite. Antes daquele momento eu ainda me agarrava em um resquício de esperança pela minha vida. Eu sabia que não poderia ser amaldiçoada como criança com pais tão horríveis, só para continuar tendo uma vida tão ruim como adolescente e criança. Até aquele ponto. Eu pensava que talvez a vida de todo mundo tivesse um equilíbrio de coisas boas e ruins e a única diferença seria que a parte boa e ruim seria distribuída em fases diferentes da vida pra cada um. Mas, aquela noite, me fez mudar de ideia.

Se uma coisa é certa sobre Too Late é o fato da Colleen nos pegar pela mão, sentar na nossa frente e falar de forma direta: precisamos falar sobre relacionamentos abusivosE nós precisamos mesmo! Precisamos falar, ouvir, entender e, acima de tudo, parar de romantizar certos tipos de comportamentos, entendendo o que de fato eles significam.

Tudo que eu te disse. Cada olhar que eu te dei. Todas as vezes que eu te toquei. Você é tudo que eu vejo. Além do certo e do errado, você é tudo que eu vejo.

Em Too Late conhecemos Sloan, uma mulher que vive um inferno todos os dias, presa pelo seu irmão em um relacionamento que vai contra tudo que ela acredita e gosta. Ela precisa ser muito forte pra permanecer nele até que, em um certo ponto da história, aparece o Carter. Sloan tem um irmão que depende dela, tem a faculdade e tem todo seu apoio no namorado.. escolher Carter seria abrir mão e abandonar tudo isso.

Too Late

Autora: Colleen Hoover
Publicado de forma independente pela Amazon.
395 páginas
Ano de publicação: 2016

Sinopse: Sloan iria e voltaria do inferno por seu irmão caçula. E ela vai, todos os dias. Forçada a continuar um relacionamento com o perigoso e moralmente corrupto Asa Jackson, Sloan fará o que for preciso para que as necessidades de seu irmão sejam atendidas. Nada entrará em seu caminho. Nada, exceto Carter. Sloan é a melhor coisa que já aconteceu para Asa. E, se você perguntá-lo, ele diria que ele é a melhor coisa que já aconteceu para Sloan. E ele nunca planejou deixá-la ir embora, mesmo quando ela não aprovava seu estilo de vida sinistro. Mas, apesar da desaprovação de Sloan, Asa sabe o que é necessário para ter o que quer, e ele o fará. Ele sabe o que ele precisa para continuar no topo, e ele o faz. Nada entrará em seu caminho. Nada, exceto Carter.

Too Late é uma história sobre visualizar o ciúme e a possessividade como características de um relacionamento doentio e não como prova de amor; é sobre entender que esse tipo de problema não é caracterizado somente pela violência física, essa que muitas vezes é a última a aparecer. O relacionamento abusivo começa devagar, aos pouquinhos, e vai acabando com sua saúde mental, te fazendo acreditar que o problema é você.

Amor. Amor não é encontrado. O amor encontra. O amor te encontra no perdão do ápice de uma briga. O amor te encontra na empatia que você sente por outra pessoa. O amor te encontra num abraço depois de uma tragédia. O amor te encontra na celebração depois de vencer uma doença. O amor te encontra na devastação após a redenção para uma doença.

Too Late é um livro sobre doenças e dor. Sobre o ‘certo e o errado‘ não serem tão ‘preto e branco‘. Ele dá voz as piores partes de uma pessoa. Também é sobre o amor, sobre como o amor deveria ser.

É claro que não existem regras, nem lista de características que você deve imprimir quando quiser descobrir que tipo de relacionamento está vivendo. Mas, no amor verdadeiro, assim como disse Sloan, você se sente livre, voando, com aquele friozinho na barriga de ansiedade e até mesmo um pouco de medo. Amor de verdade não tem nada relacionado com o terror, nem sobre sermos âncoras de outras pessoas.. amor de verdade não é sobre prisão, nem sobre lágrimas.

Esse livro é adulto e pesado, tem muita violência, sexo, drogas e estupro. Muitas lágrimas e descrições que, por vezes, quase me fizeram passar mal.

Too Late é realmente difícil de ler, mas é muito importante que seja lido! É importante falarmos e ouvirmos sobre isso, para que possamos ajudar tantas meninas e mulheres presas nesse tipo de relacionamento; para nos fazer entender todos os lados e nos provocar empatia, para que nos una e nos faça gritar por quem não pode gritar, chorar por quem não pode chorar.

É importante falarmos disso para que, talvez em alguns anos, nem precisemos mais falar sobre, na esperança de que não mais aconteça. É importante enxergar as Sloans da nossa vida.

Brenda Cunha

POSTADO POR

confira os posts relacionados

Comente via Facebook

  • Lara Caroline

    Oi Brenda, tudo bem?
    Nunca li nada da Colleen, mas sei que ela é mais conhecida por seus romances gostosinhos de serem lidos, fiquei impressionada com a premissa deste livro, e também acho super importate que cada vez mais pessoas tenham conhecimento sobre relacionamentos abusivos.
    Adorei a resenha.
    Beijos

  • Gislaine Lopes

    Oi Brenda,
    O pior do relacionamento abusivo é que ele faz a pessoa acreditar nas coisas erradas, como se fosse certo. A vítima acredita que é normal tudo o que ela sofre, pois seu companheiro(a) a faz pensar que é assim que um relacionamento funciona. A dor física passa, mas quando o abuso é psicológico, mesmo as marcar não sendo visíveis, as sequelas são eternas. Colleen Hoover tem o dom de pegar os temas mais pesados e construir histórias incríveis. Li poucos livros da autora e estou ansiosa para conhecer mais obras sua.

  • Gikura Viey

    Uau, adorei a sensação que livro deu no final a ti.
    Acho que livro que traz um sensação diferente, neste caso “choque” são os melhores.
    O que Sloan faz é puro amor pelo irmão, porém tem uma serie de consequência claro. Enfim, espero esta lendo algum dia para desfrutar da mesma sensação após ler o livro inteiro

  • Ieda Cavalcante

    Oiee!
    Acho que já falei que nunca li nada da Colleen.
    Nem tinha a intenção de ler nada dela por enquanto, mas depois da sua resenha fiquei muito curiosa sobre esse livro em especial.
    Acho legal essas autoras que através de seus livros conseguem fazer com que o assinto se torne uma coisa a se pensar, a se falar, e ser gritado aos quatro cantos, por isso se tiver a oportunidade vou embarcar nessa leitura com toda certeza.
    Bjs!

  • Alison de Jesus

    Olá, apesar de se tratar de algo muito pesado o livro retrata a realidade em sua forma mais crua, devemos lê-lo como forma de nos informarmos e tentar contribuir para pessoas que passam por essa situação. Beijos.

  • Kemmy Oliveira

    Não conhecia esse livro, mas definitivamente conheço várias Sloan’s. Eu já fui uma Sloan e carrego marcas disso até hoje, e carregarei até não sei quando.
    No início desse inferno a maioria das mulheres acha tão bonitinho. Ó, que bonitinho, ele não me deixa sair de roupa curta hihi ele não me deixa ter amigos homens hihi ele não me deixa sair sozinha hihi muito fofo esse ciuminho.
    SÓ QUE NÃO
    Vamos perdendo nossa essência, nossa personalidade, nos tornando uma cópia do outro, mas uma cópia piorada, vazia, infeliz, enquanto o bonito está continuando a vida como sempre quis afinal, simmm, nós somos as erradas, não é?
    Isso é muito triste e precisa sim ser debatido, precisa ser lido, divulgado e tudo o mais. Não tenho esperanças que viverei para ver o mundo livre disso, mas espero criar meu filho de forma que ele saiba a forma correta de tratar alguém.
    Preciso ler esse livro, embora eu tenha certeza que vou sofrer com ele.

    http://2leitoras.com.br

  • Mayara Xavier

    Muitas mulheres sofrem nos relacionamentos, muita se levam pela emoção, é bom conhecer e saber o que acontece com elas, para não acontecer conosco. O livro mostra isso, achei muito legal a resenha.

  • jady santos

    Parece um livro interesante. Falar sobre relacionamento é muito importante, conhecer mais sobre o que mulheres e meninas vivem ou viveram, e saber como não agir de forma errada em um relacionamento, não se deixar levar por aquilo que não vale a pena.

  • suzana cariri

    Oi!
    A Colleen Hoover conquistando novamente, tem muitos livros dela na minha lista de leitura que quero muito ler e com certeza esse entrou na lista, li uma vez um livro com esse tema que choca, mas que também serve como alerta, lendo a resenha desse livro gostei muito da forma profundo que a autora fala sobre esse tema e como ela acaba mostrando que nem sempre começa pela violência física, com certeza irei ler esse livro !!

Últimas Resenhas
Últimos Filmes
Últimas Séries