Resenhas de Livros

Too Late

Fazem alguns minutos que terminei de ler Too late e eu estou absolutamente em choque. Não sei o que pensar nem o que sentir sobre esse livro. É muito complexo! Acho que já li praticamente tudo que a Colleen Hoover publicou até hoje e sempre gostei das histórias, do estilo de escrita dela, dos personagens, do background.. mas aí aconteceu esse livro. Eu não sei o que sentir e muito menos como avaliar o livro no goodreads.

Eu mudei depois daquela noite. Antes daquele momento eu ainda me agarrava em um resquício de esperança pela minha vida. Eu sabia que não poderia ser amaldiçoada como criança com pais tão horríveis, só para continuar tendo uma vida tão ruim como adolescente e criança. Até aquele ponto. Eu pensava que talvez a vida de todo mundo tivesse um equilíbrio de coisas boas e ruins e a única diferença seria que a parte boa e ruim seria distribuída em fases diferentes da vida pra cada um. Mas, aquela noite, me fez mudar de ideia.

Se uma coisa é certa sobre Too Late é o fato da Colleen nos pegar pela mão, sentar na nossa frente e falar de forma direta: precisamos falar sobre relacionamentos abusivosE nós precisamos mesmo! Precisamos falar, ouvir, entender e, acima de tudo, parar de romantizar certos tipos de comportamentos, entendendo o que de fato eles significam.

Tudo que eu te disse. Cada olhar que eu te dei. Todas as vezes que eu te toquei. Você é tudo que eu vejo. Além do certo e do errado, você é tudo que eu vejo.

Em Too Late conhecemos Sloan, uma mulher que vive um inferno todos os dias, presa pelo seu irmão em um relacionamento que vai contra tudo que ela acredita e gosta. Ela precisa ser muito forte pra permanecer nele até que, em um certo ponto da história, aparece o Carter. Sloan tem um irmão que depende dela, tem a faculdade e tem todo seu apoio no namorado.. escolher Carter seria abrir mão e abandonar tudo isso.

Too Late

Autora: Colleen Hoover
Publicado de forma independente pela Amazon.
395 páginas
Ano de publicação: 2016

Sinopse: Sloan iria e voltaria do inferno por seu irmão caçula. E ela vai, todos os dias. Forçada a continuar um relacionamento com o perigoso e moralmente corrupto Asa Jackson, Sloan fará o que for preciso para que as necessidades de seu irmão sejam atendidas. Nada entrará em seu caminho. Nada, exceto Carter. Sloan é a melhor coisa que já aconteceu para Asa. E, se você perguntá-lo, ele diria que ele é a melhor coisa que já aconteceu para Sloan. E ele nunca planejou deixá-la ir embora, mesmo quando ela não aprovava seu estilo de vida sinistro. Mas, apesar da desaprovação de Sloan, Asa sabe o que é necessário para ter o que quer, e ele o fará. Ele sabe o que ele precisa para continuar no topo, e ele o faz. Nada entrará em seu caminho. Nada, exceto Carter.

Too Late é uma história sobre visualizar o ciúme e a possessividade como características de um relacionamento doentio e não como prova de amor; é sobre entender que esse tipo de problema não é caracterizado somente pela violência física, essa que muitas vezes é a última a aparecer. O relacionamento abusivo começa devagar, aos pouquinhos, e vai acabando com sua saúde mental, te fazendo acreditar que o problema é você.

Amor. Amor não é encontrado. O amor encontra. O amor te encontra no perdão do ápice de uma briga. O amor te encontra na empatia que você sente por outra pessoa. O amor te encontra num abraço depois de uma tragédia. O amor te encontra na celebração depois de vencer uma doença. O amor te encontra na devastação após a redenção para uma doença.

Too Late é um livro sobre doenças e dor. Sobre o ‘certo e o errado‘ não serem tão ‘preto e branco‘. Ele dá voz as piores partes de uma pessoa. Também é sobre o amor, sobre como o amor deveria ser.

É claro que não existem regras, nem lista de características que você deve imprimir quando quiser descobrir que tipo de relacionamento está vivendo. Mas, no amor verdadeiro, assim como disse Sloan, você se sente livre, voando, com aquele friozinho na barriga de ansiedade e até mesmo um pouco de medo. Amor de verdade não tem nada relacionado com o terror, nem sobre sermos âncoras de outras pessoas.. amor de verdade não é sobre prisão, nem sobre lágrimas.

Esse livro é adulto e pesado, tem muita violência, sexo, drogas e estupro. Muitas lágrimas e descrições que, por vezes, quase me fizeram passar mal.

Too Late é realmente difícil de ler, mas é muito importante que seja lido! É importante falarmos e ouvirmos sobre isso, para que possamos ajudar tantas meninas e mulheres presas nesse tipo de relacionamento; para nos fazer entender todos os lados e nos provocar empatia, para que nos una e nos faça gritar por quem não pode gritar, chorar por quem não pode chorar.

É importante falarmos disso para que, talvez em alguns anos, nem precisemos mais falar sobre, na esperança de que não mais aconteça. É importante enxergar as Sloans da nossa vida.

Garota Agridoce
the authorGarota Agridoce
Gírias cariocas com aquelas boas manias paulistanas. Um toque único de cada livro lido, cada série assistida, cada filme lembrado.. um conjunto de memórias, de lembranças boas a serem compartilhadas.