EU AMO LAS VEGAS

Angela é uma personagem que nos mostra bastante o lado #girlpower: após ser traída, ela pega suas coisas e vai, na cara e na coragem, para New York. Disposta a recomeçar, ela batalha, persiste, luta e, acima de tudo, não desiste. Nesse novo livro, Angela acaba parando em Las Vegas e se você não faz ideia de quem seja Angela e do que estou falando, se liga só nas resenhas anteriores: Eu amo New York, Eu amo Hollywood e Eu Amo Paris.

Falar sobre qualquer livro da série Eu Amo  é mais do que um prazer pra mim. Eu amo Las Vegas é o quarto livro da série I heart, publicado aqui no Brasil pela Editora Fundamento, e hoje vim compartilhar mais um capítulo da vida dela por aqui. 😉

EU AMO LAS VEGAS

Autora: Lindsey Kelk
Editora Fundamento 
288 páginas

Sinopse: Angela Clark ama viver em New York! Afinal de contas, ela é uma garota inglesa realizando seu sonho na Big Apple. Mas ela também é uma garota inglesa que acabou de perder o emprego. E, infelizmente, o Departamento de Imigração já percebeu isso. Para esquecer as preocupações, Jenny, a melhor amiga de Angela, convence-a a passar um fim de semana sensacional em Las Vegas. Parecia uma ótima ideia: hotéis chiquérrimos, muita bebida, festas e… a capela nupcial! Será que Las Vegas era mesmo o que Angela precisava? Ou será que, em vez de fugir dos problemas, ela vai é arrumar mais complicações?

AVISO: POR SER O 4º LIVRO DA SÉRIE, É IMPOSSÍVEL NÃO CITAR ALGUNS SPOILER’S PARA QUE A HISTÓRIA POSSA TER CHEGADO ATÉ AQUI.

Angela está segura em seu relacionamento, super apaixonada por Alex, feliz mas com sua carreira profissional não está indo nada bem. Pra estourar sua bolha de felicidade, próximo ao Natal, Angela recebe uma carta que muda tudo em sua vida: ou ela arruma um emprego ou seu visto é cancelado e ela terá de voltar de mala e cuia para Londres. A carta da imigração pegou Angela de surpresa, afinal, não passa por sua cabeça se quer ter 30 dias para se virar ou ter de voltar para Londres, se restabelecer na casa de seus pais e chegar próxima a sombra da Angela do passado.
– Você é superinteligente, supertalentosa. – ela continuou, contando minhas fabulosas qualidades nas pontas dos dedos – Você é ambiciosa, é fofa e não é como se estivesse morando na rua. Você é o máximo. Angela Clark, você é o sonho americano. Não há motivo para não lhe darem um visto.

Somos surpreendidos por um lado de Angela que até então, para mim, não estava tão bem definido nos livros anteriores: o lado super/hiper/power/mega do desespero. Jeny, sua amiga maravilhosa (sim, eu amo essa personagem!), se junta na missão e ambas começam a confabular possíveis soluções para o problema em que ela se meteu. O mais interessante nisso tudo é ver que, das possíveis soluções, a única mais plausível é Angela se casar com Alex (seu namorado lindo, maravilhoso e rockstar) e ver o quanto encucada ela fica com isso.

Poderia ela ‘pedir‘ para Alex se casar com ela simplesmente para conseguir seu Green Card e ter assim uma cidadania americana? E o amor, onde fica? Será que ele aceitaria isso pelo fato de ama-la ou apenas para ajuda-la, já que é comum esse tipo de prática entre amigos/casais/conhecidos para a obtenção do visto permanente. No fim das contas.. Jeny presenteia Angela com uma passagem para Las Vegas.

OI? Quem está com um problema desse tamanho e vai simplesmente passear em Las Vegas? Pois é.. a Angela.

A confusão é garantida e as risadas também! Angela continua a personagem pela qual me apaixonei: divertida, engraçada, desengonçada mas com a cabeça centrada e realmente preocupada.

Será que não era mais fácil resolver seus problemas quando a origem deles eram apenas uma traição ou alguém tentando te superar profissionalmente? Voltar para a Inglaterra e ter que se ‘decretar’ como fracassada para seus pais é algo que tira o sono de Angela e nos garante um enredo maravilhoso!

A viagem para Las Vegas acontece e, pra mim superou o primeiro livro (meu favorito) em diversas questões! Me diverti bastante, tive vários momentos de raiva – onde quis realmente dar uns tapas nela – e devorei bem rápido esse livro. Já faz umas 2 semanas que concluí a leitura, mas esperei pela semana #girlpower para falar sobre essa personagem e sua história. 😉

Quando cheguei ali pela primeira vez, aquilo tinha sido suficiente para me fazer sorrir, independentemente do que estava acontecendo, e eu estava com o coração partido, não estava?

Preciso parabenizar de novo a Editora Fundamento. Eles sempre nos entregam um trabalho feito com tanto capricho, carinho e dedicação! É impossível não se apaixonar de cara pelos livros deles. E agora a dedicação é em dobro: a Fundamento está no Youtube e você pode conferir as novidades no canal ‘Uma História em Um Minuto’ clicando aqui.

Por mais personagens como Angela: batalhadoras, guerreiras, que não desistem facilmente e nem se dão por vencidas. Que são SIM desengonçadas, desequilibradas, que amam um romance de novela e que, acima de tudo, possuem sua essência dentro de si em todas as situações. Que amam sem limites, que se arriscam, que superam seus limites e que mesmo entrando em diversas furadas, acabam dando a volta por cima: sempre de cabeça erguida.