Etc & Tal

Livro Físico ou eReader?

Confesso que sempre gostei de ler mas, nos anos posteriores a 2011 até 2013, a preguiça me consumiu e criou uma barreira gigantesca com a leitura, ou se preferirem, uma tremenda ressaca literária. Foi aos poucos que o gosto foi voltando e finalmente, em 2013, me prendi a leitura novamente. Sempre gostei de ler e quando mais nova, passava horas lendo webnovelas de RBD pelo orkut (quem nunca?).

i

Como sou o tipo de pessoa que tem muitas coisas a pagar com minha fortuna recebida de bolsa pelo estágio, quase nunca me sobra dinheiro pra comprar livros, então, minha opção era baixar em PDF e ler pelo computador. Comecei assim, lendo pdf’s pelo computador até que aprendi a passar para o celular e dei mais um passo: ler pelo celular durante o caminho para o trabalho. Com o passar do tempo, a necessidade de ler foi aumentando e uma pergunta que martelava frequentemente na minha cabeça: ‘Livro Físico ou eReader?‘; está certo: nada se compara ao livro físico, mas.. me rendi e comprei um eReader.

Minha dúvida foi grande na hora da escolha: Kindle ou Kobo? Pesquisei em vários sites, fóruns, li artigos e conversei com pessoas que possuiam os aparelhos e isso me ajudou bastante. Devido a vários fatores – preferi pelo Kobo – como iluminação interna, armazenamento por micro SD, sistema de Estatisticas de Leitura e premiações pelas mesmas, formatos de ebooks aceitos, entre outros, optei pelo Kobo Glo. Além de ser um produto comercializado nas Livrarias Cultura de todo o país, foi algo que me deu maior credibilidade por poder ver o produto na mão e por alguns minutos ter a experiência da utilização.

Kobo_009

Tudo nele é bem simples, do design ao sistema operacional. Minimalista. Clean. A principio eu queria na cor pink, mas depois de pensar um pouco resolvi optar pelo prata e não me arrependi.

10177226_6ff706480_n

O principio é bem simples: praticidade e organização. Me arrependo tanto de não ter me rendido aos encantos do eReader antes! Como vocês podem ver nas imagens, é algo bem simples e não tem mistério. A tecnologia é nova, pouco utilizada no brasil: a tinta eletrônica. Uma vez estourada a tela, já era; ou você compra outro ou você fica sem. Todo cuidado é necessário, afinal, ninguém paga salgado em um produto para ficar brincando de deixar jogado pelos cantos, certo?

Kobo_008

Ele é pequeno, cabe no bolso e é ideal para aquelas situações onde segurar um livro é completamente inviável. Você pode ler ao modo normal ou com a iluminação interna ligada, o que é super interessante pois esse sistema dos eReaders, diferente dos computadores e tablets, não cansam a vista e não te proporcionam aquela dorzinha de cabeça insuportável. Logo quando você aciona o botão de ligar, que fica localizado em cima do Kobo, ele carrega rapidamente e abre a tela de inicio. Nessa tela inicial podemos encontrar nossa leitura atual juntamente com a porcentagem lida, além de livros que se possam estar lendo em simultaneo com sua devida porcentagem de leitura. Encontramos também a quantidade de livros disponíveis na biblioteca, a quantidade de livros concluidos e a quantidade de horas lidas. Um dengo, não? E ah, se você tiver marcado alguma parte do livro, ele te indica na página inicial também! 😉

10177226_6706480_n

10177oi9706480_n

Além de marcar a porcentagem lida em cada livro, o Kobo cria um perfil de estatística de leitura, onde você poderá ver o total de horas lidas, sua média de minutos por sessão, a quantidade de páginas viradas, a média de páginas por minutos e  o total lido de toda sua biblioteca no Kobo. Incrível, né? Sou apaixonada por meu eReader, de verdade.

101772260_n

Outro extra interessante são as premiações por leitura! Conforme você for lendo, o Kobo vai desbloqueando ‘prêmios’ por leitura. Por exemplo: você leu durante 3 horas seguidas de madrugada na noite anterior e bateu seu recorde de tempo lido por madrugada, com isso, ele desbloqueia o prêmio referente a isso. É bem interessante e bem diferente.

10177226_670411759706480_npn

Vamos falar de compras de ebooks e de inserção de livros no eReader? O Kobo aceita vários formatos de livros, sendo o mais comum o formato ‘.epub’, onde o livro vem certinho, sem problemas nas páginas, podendo aumentar ou diminuir a letra. Porém, ele aceita o famoso ‘.pdf’ e ‘.doc’ também, além de outros formatos que por não utilizar, não me interessei em saber. Sendo assim, você pode baixar os livros pela interner em vários sites que disponibilizam e por meio do ‘ Adobe Digital Editions’ transferir seus ebooks para o Kobo. Outra forma de adquirir livros é comprando eles diretamente do catalogo da Livraria Cultura. Para isso você deverá ter uma conta na mesma e após preencher seus dados, efetuar a compra. Lembrando que a mesma pode ser feita diretamente pelo Kobo, já que ele possui acesso via Wi-fi e pode assim ser conectado diretamente na biblioteca da Livraria Cultura.

Minha opinião a respeito da disputa entre ‘Livro Físico’ x ‘eReader’? Nada se compara a emoção de ganhar um livro, de poder manusear as páginas e até mesmo sentir o cheirinho de livro novo.. porém, se eu enumerar a quantidade de livros que eu li só pelo simples fato de ter o acesso por meio do eReader, vocês ficariam assustados! Pra mim o Kobo foi mais do que um eReader, foi uma porta para acesso a ampla leitura. Tenho uma paixão gigantesca por ele e sempre que posso recomendo para meus amigos, inclusive, a Priscila comprou um Kobo por minha influência e vai aproveitar e deixar a opinião dela aqui também. 😀 Além de tudo, o Kobo possui uma ampla variedade de modelos e de acessórios como capinhas, que ajudam a proteger seu eReader.

Comprei o Kobo Glo por influencia da Mi, pois as leituras dela realmente aumentaram bastante depois que ela começou a ler pelo eReader. Ela falava tanto dele que quando a livraria cultura fez uma promoção, eu corri para comprar e confesso que esperei bastante ansiosa pela chegada do meu!  Achei lindo o desing do aparelho e claro que escolhi o pink. Ele é super fácil de segurar, não escorrega da mão quando eu estou lendo deitada e o tamanho dele é perfeito! Além de tudo o que já foi dito, a bateria dura muito e olha que eu sempre esqueço de desligar e acabo deixando no modo de repouso. Ele é super fácil de manusear, possui poucos botões, tem uma biblioteca super fofa e que cabem até 3.ooo livros! É quase impossível não se apaixonar e gostar bastante do Kobo. Apesar de tudo, não consigo pegar a mania de ler muito no eReader e sempre prefiro o meu livro físico.. mas, todas as vezes que eu parei e resolvi ler um livro no Kobo, a leitura foi super fácil e pratica. Então se fosse para dar uma nota eu daria 10 😉
 00i
E pra vocês, quem ganha essa disputa? Vale ressaltar que não é uma briga e que toda e qualquer condição que incentive a leitura é muito bem vinda!
Se você tiver a oportunidade e estiver com medo de investir, fique tranquilo e se joga. 😉
Para quem se interessar, o Kobo Glo fica disponível na Livraria Cultura e pode ser adquirido tanto pela loja física quanto através do Site. Ele está na faixa de R$479,00 e pode ser parcelado em até 10x sem juros, através desse link.
Michelle Felippelli About Author

29 anos, fotógrafa, publicitária formada e uma completa bookaholic. Exatamente ao pé da letra o significado de Agridoce: amarga e doce. ;)